Belém: Porque o Líder vai ter outro Hiper Mercado na Marambaia

Avenida Tavares Bastos, esquina com o Canal São Joaquim ( que promete em breve ser mais uma pista dupla para desafogar o complicado trânsito da saída de Belém) . Esse é o endereço do mais novo hipermercado do mais ousado dos grupos do setor do estado.

Mas a chegada a Marambaia é mais do que parece. A loja, que já estava em construção, e que deveria ser uma espaço de móveis, o grupo supermercadista marca presença num momento que merece uma analise mais detalhada. O Líder tem um Hiper no Castanheira Shopping, outro na Augusto Montenegro com Independência e terá um terceiro no Bosque Grão Pará, que o grupo Jereissati constrói na Av. Centenário, em Val de Cans. Porque quatro hiper mercados de uma mesma marca em uma região tão pequena da cidade.

Primeiro. Belém, em função dos problemas urbanos como o trânsito, começa a ter regiões cada vez mais auto-suficientes. Ou seja, que mora perto do Parque Verde, não vai no supermercado do Castanheira. E a Marambaia é um dos bairros mais auto-suficientes da cidade. Até os anos 60, os ônibus só chegava até a Feira da Bandeira Branca. Os quatro quilômetros seguintes eram a pé ou em cima de caminhões. Por isso precisou ter vida própria desde muito cedo.

Segundo porque leva ao pé da letra a máxima que diz: "ocupe, antes que outro o faça". Com a concorrência tímida dos parceiros locais, a presença de uma loja do Atacadão, braço popular do Carrefour, prometida para o final deste ano na antiga área  madeireira na Augusto Montenegro.

É claro que a distância é um problema para o gigante francês, mas a agressiva política de preços e promoções, já vista em outras regiões, sobretudo para marcar a chegada, vai fazer barulho entre os consumidores.

Em uma cidade com poucas áreas grandes, que suportem um hipermercado e seus estacionamento, cada vez maior, ou você compra e constrói agora, ou terá problemas na frente. mesmo porque depois do Carrefour, tem uma fila de pretendentes. O Pão de Açúcar, o americano Wall Mart e grupos menores do nordeste estão de olho em um dos melhores faturamentos por metro quadrado do Brasil.

O Líder não dorme na marca , e marca um ponto nessa corrida.  

Comentários