Temor de nova alta dos juros derruba ações de construtoras

As maiores empresas deste setor que fazem parte do Ibovespa, principal indicador da Bolsa, apresentam forte retração em seus papéis em 2011.

A maior queda é registrada pelas ações ordinárias (com direito a voto) da Cyrela Realty, com retração de 17,08% no ano. Nos últimos 12 meses, o papel vem apresentando queda de 18,47%. A segunda maior queda vem com as ações ON da Gafisa, com desvalorização de 16,45% no ano, e baixa ainda maior na soma dos últimos 12 meses (-23,03%).

Outra companhia que vê suas ações caírem em 2011 é a MRV Engenharia. No curto prazo, especialistas não vêem sinais de melhoria para as ações do setor de construção porque o aumento da taxa de juros deve refletir diretamente nas construtoras, pois afeta a confiança do consumidor.

Fonte: DCI/ClipImobiliario

Comentários