Petróleo na Costa. Blog do Imóvel antecipou em 3 meses a notícia.

O Blog do Imóvel antecipou esta notícia em outubro de 2010, e as manchetes dos jornais deste domingo confirmam apenas agora a informação.

O petróleo na costa paraense é real. tanto que os furos já chegam a 2000 metros nos poços Harpia e Gavião na bacia Pará Maranhão.

A situação é tão real que a população foi convocada para uma audiência pública foi convocada para medir impactos ambientais dessa exploração, em Bragança.

A Universidade Federal do Pará prepara um campus avançado para estudar e pesquisar as necessidades da exploração comercial do petróleo. 

A Petrobrás estaria, inclusive reativando a base do Tapanã, em Belém, de olho no apoio a exploração.

Mas os sinais já vem desde alguns anos. A existência de uma das principais bacias do mundo, na foz do Amazonas, é sabida há pelo menos 25 anos. O então presidente Sarney anunciou a descoberta e se desmentiu dias depois - naquela epoca o acesso a águas profundas inviabilizaria o negócio. 

No ano passado, o aumento dos vôos de helicópteros confirmou que o anuncio se aproximava. A notícia fala em produção experimental ainda em 2011. O entrave ainda é Salinas. Faltas hotéis para apoio dos empregados de campo, e uma usina capaz de reciclar o lixo das plaraformas, obrigatório pela legislação ambiental. 

O Ibama já esta chamando os pescadores para compensar impactos e o novo aeroporto, preparado com iluminação para vôos noturnos eram parte do processo. 

O mercado imobiliário ainda não vai sentir esses impactos. É preciso efetivamente um aunúncio oficial da Petrobrás e suas parceiras. O problema é que, quando isso acontecer, os preços, por lá já tereão ido ás alturas. 

Muito distante da realidade denunciada também aqui no BlogdoImóvel ainda em 2009 

Comentários

Anônimo disse…
Há vários imóveis disponíveis para aluguel e até venda em Salinas.
Os níveis são tipo A até C.