Mercado. Shoppings Centers buscam se reinventar para não fechar em cidades do Brasil.

Nos últimos três anos, a cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, ganhou cinco novos shopping centers com 1.120 lojas para atender os 630 mil moradores locais e outros 1,5 milhão do entorno. A cidade, que até 2012 tinha apenas três shopping centers, passou a ser terceira no Estado em número de empreendimentos. Com a crise econômica, pelo menos três centros estão vazios. 

Uma reportagem do americano 'The Wall Street Journal' referiu-se a Sorocaba como "a cidade dos shoppings fantasmas".
No Shopping Plaza Itavuvu, inaugurado em junho de 2012, a maioria das 120 lojas fechou. Com os corredores vazios, o shopping já não abre nos fins de semana e reduziu em duas horas o horário de funcionamento. Na praça de alimentação, resta apenas a loja do Burger King.


O gerente comercial, Ricardo Bueno, disse que mantém 69% de ocupação da Área Bruta Locável (ABL) graças a um hipermercado e a prestadoras de serviços médicos. "Estamos mudando nosso perfil, saindo do varejo para o setor de serviços", afirmou.

Mais aqui 

Comentários