BOA IDEIA. Depois do Food Truck, a Food Bike.

Ana Paula Ferreira, 39 anos, passou pela mesma situação com a Pudim a gosto. Ela já tem duas bicicletas e a primeira estreou em setembro de 2014 depois de um investimento de R$ 2500 para as adaptações e o cesto com isopor e placas de gelo para levar os pudins. “Vendia pelas redes sociais, mas ir para a rua mudou tudo. Tem o feedback ali na hora, das pessoas comendo, e ainda posso divulgar a marca”, comenta.
Quem já tem um food truck também optou pela food bike para ganhar na questão do espaço. O Los Mendonzitos vende vinhos e se define como uma pequena rede de adegas sobre rodas. Eles contam com trailer no Rio de Janeiro e em São Paulo e, desde o ano passado, também trabalham com uma bicicleta na capital paulista
Leia mais aqui

Comentários