PELO MUNDO. Imóveis de luxo em NY viram fontes de aluguéis exclusivos

Em uma terça-feira do mês passado, um comprador na Stella Tower de Manhattan concluiu a aquisição de um apartamento de dois quartos no 14° andar por US$ 5,35 milhões.
Na sexta-feira seguinte, o lugar foi posto em aluguel por uma tarifa que coloca-o entre os apartamentos mais caros no bairro de Midtown West.
O comprador, uma corporação listada nos cadastros como Stella 14E LLC, está pedindo US$ 19.500 por mês pelo apartamento de 166 metros quadrados, segundo a StreetEasy.com.
É uma das três moradias que já foram listadas no mercado de aluguéis no edifício recentemente terminado, cujos donos começaram a vender suas unidades no final de dezembro.
A rápida reviravolta mostra como as novas torres de apartamentos de luxo de Manhattan, com preços nos limites superiores do mercado de vendas, estão atraindo investidores que aproveitam a forte demanda por aluguéis em vez de buscarem um lugar onde morar.
No ano passado, 15 por cento dos apartamentos em edifícios recentemente construídos foram listados para alugar nos 60 dias posteriores à conclusão da venda, segundo dados compilados pela StreetEasy. A proporção é mais de duas vezes maior do que em 2010.
“O mercado da cidade de Nova York é visto como uma estratégia de investimento no longo prazo”, disse Alan Lightfeldt, cientista de dados da StreetEasy, um site de listagens da Zillow Inc. “Os compradores chegam e ficam um tempo, e alugar lhes permite fazer isso”.
Leia mais aqui

Comentários