INSPIRAÇÃO. A sorte de um sobrenome, o senso se oportunidade e Piquet virou o maior corretor de Miami.

Ter um sobrenome famoso pode até não fazer de ninguém um sucesso garantido nos negócios — mas que dá um bom empurrão, dá. O nome internacionalmente conhecido ajudou o corretor de imóveis Cristiano Piquet a se transformar num fenômeno. Ele é dono da Piquet Realty, a maior vendedora de imóveis para brasileiros nos Estados Unidos.
A empresa tem 80 corretores e, em seis anos de operação, estima-se que já tenha faturado 1 bilhão de reais negociando apartamentos e casas em Miami, Orlando e Nova York para a brasileirada — os apresentadores Roberto Justus, Amaury Junior e Otávio Mesquita fazem parte da clientela. Para aparecer, Piquet aproveita o nome da família.
Em seu site, ele aparece de macacão de piloto, ao lado de beldades dessas tão comuns nas pistas de corrida. Um pedaço do site é dedicado a Nelsinho, filho do tricampeão de Fórmula 1 Nelson, também piloto. Não importa que Cristiano não tenha grau de parentesco com os pilotos da família Piquet: tudo é feito para parecer que tem.
Leia mais aqui

Comentários