Tendências : Mercado imobiliário mostra indícios de queda

Depois de três anos de subida vertiginosa, os preços dos imóveis no Rio vivem, desde o ano passado, um momento de estabilidade, com pequenas variações acima dos índices de inflação. Com isso, o que se vê agora, especialmente na Zona Sul, são preços estacionados num patamar tão alto que muitos compradores já pensam duas, ou três, vezes antes de fechar qualquer negócio.
 
E, se quem compra está mais criterioso, quem vende precisa estar aberto a negociações que, não raro, significam reduções. Um indicativo claro de que, em breve, os preços podem, sim, cair. Embora, no mercado imobiliário, ainda não haja uma expectativa de queda acentuada.
 
Os preços subiram rápido demais e destoaram da realidade. Agora, a inflação quer voltar e os juros estão sendo reajustados para cima. Mas num patamar que não chega a causar a queda dos preços. Eles só vão realmente cair quando não houver mais compradores — analisa o economista Roberto Zentgraf, do Ibmec. — Este é um momento em que se precisa ter muita atenção, pois ninguém sabe o que vai acontecer daqui em diante.

Leia mais

Comentários