Estilo : Edifícios "assinados" tem público fiel

Apesar das dificuldades, esse mercado tem um público fiel. Apreciadores de arquitetura e investidores afirmam que um imóvel desse tipo, se bem cuidado, é semelhante ao que dizem do vinho: quanto mais antigo, melhor -e mais caro.
O edifício Copan (região central), com apartamentos de diferentes tamanhos, é o mais famoso deles no segmento residencial. Construído de 1951 a 1966, tem 36 pavimentos, 82 lojas, 115 metros e foi projetado por Oscar Niemeyer (1907-2012).
Tanto o Copan como alguns de seus pares fazem parte de um capítulo da história de São Paulo em que as construções do centro, erguidas no início do século passado sob inspiração principalmente francesa, perderam espaço para arranha-céus, sob influência americana e modernista ao mesmo tempo.
"A verticalização começou em 1920, mas os edifícios residenciais apareceram em 1930 e 1940, principalmente no centro", afirma a pesquisadora Nadia Someck.
Leia mais

Comentários