Marketing: " Ao gosto do cliente" evolui e vira diferencial de mercado

Atualmente, a proposta de personalização é mais comum a empreendimentos de médio a alto padrão, mas começa a se espraiar para outros segmentos. Na Gafisa, o sistema "Personal Line" se iniciou em 1998 e permite que os clientes, com o apoio de um profissional de arquitetura, definam a planta e os acabamentos. Kátia Varalla, diretora de produto da empresa, diz que as opções de planta não têm custo adicional, mas que há preço diferenciado para acabamentos como porcelanatos, louças, metais, mármores e granitos.
 
Segundo Marques, a mudança na planta de uma unidade tem custo para a construtora, mas que o valor é absorvido pela opção de compra do cliente."Acaba sendo vantajoso para o cliente, porque terá material diferenciado por preço menor que conseguiria no mercado. E não vai ter desperdício. Ele não vai pagar pelo acabamento padrão, que teria de ser retirado para colocar um melhor, posteriormente. E a construtora deixa de comprar o padrão. É um custo administrativo", argumenta o executivo.
 
A política da Conartes, construtora com atuação mais concentrada em Minas, é tentar satisfazer exatamente o que o cliente deseja, segundo o gerente de comunicação da empresa, Thiago Xavier. "Todas as propostas de alterações são analisadas. Por isso, é difícil falarmos de custos, mas existem os que alteram completamente o projeto inicial, e a mudança pode custar um valor até próximo ao do imóvel."
 
Leia Mais

Comentários

Maria José disse…


Parabéns pelo Blog. Muito Bom!

Muito Interessante esse artigo também. Realmente a personalização faz diferença na hora de vender ou comprar um imóvel.

Como afirmado no artigo "tentar satisfazer exatamente o que o cliente deseja" é algo imprescindível, pois além da satisfação você consegue fidelização.

Vi recentemente um site, também de Minas Gerais, atua mais especificamente com Imóveis no Bairro de Lourdes em BH, que falava da importância de se atender bem e com diferenciais.

Vale a pena, para nós clientes vermos o quanto somos valorizados na hora de comprar ou vender um imóvel.