Tendências: Cresce procura pelo apartamento térreo com quintal e jardim


A procura pelos chamados apartamentos tipo casa, aqueles que ficam no térreo, aumentou e as construtoras investem em projetos que incluem o modelo. Atualmente, é possível encontrar opções até em empreendimentos destinados a famílias de baixa renda. 
E os apartamentos tipo casa ganharam nova roupagem. Em alguns projetos, têm até jardins, ficando mais charmosos. Além disso, a manutenção, normalmente, é mais barata do que a de uma casa. Sem contar que, em condomínios, há serviços de segurança 24 horas por dia e áreas de lazer.

No Rio, a Santa Cecília é uma das construtoras que investem em apartamentos tipo casa. A empresa oferece unidades nos condomínios Esmeralda, Lagoa Azul e Bora Bora Hills, em Jacarepaguá. Gerente de Marketing da Santa Cecília, Mariana Meireles afirma que uma das vantagens desse modelo de moradia é a área externa, que amplia a área total e valoriza o imóvel.

A Leduca aderiu ao modelo no empreendimento Private, no Recreio. As 28 unidades térreas, de dois e três quartos, foram vendidas. Segundo o gerente comercial Pedro Bertoletti, o modelo foi dos mais procurados no condomínio. Ele destaca que a maior vantagem é o custo-benefício. "O cliente paga o valor de um apartamento, mas ganha toda a estrutura de uma casa, com jardim, churrasqueira e piscina privativa", explica Bertoletti.

Em Vila Isabel, a João Fortes Engenharia incluiu 18 apartamentos tipo casa no empreendimento Vila Rosa. E já vendeu todos. O condomínio terá, no total, 114 unidades, de dois e três quartos, de 58 a 158 metros quadrados, com vaga de garagem.

'O conforto de morar em casa e a segurança que o condomínio oferece'

Em Campo Grande, a João Fortes dobrou a quantidade de apartamentos térreos com jardim. O condomínio lançado pela construtora, que já está pronto, fica na Rua Olinda Ellis. O residencial tem 306 unidades de lazer comum com playground, salão de festas com bar e área de descanso, academia, churrasqueiras, tenda de leitura, redário (local para armar redes), espaço para piquenique e piscinas para adultos e crianças.

Fonte: Meia Hora 

Comentários