Direito do Consumidor: Etiqueta 'invisível' revolta compradores


Na primeira versão, o enorme terraço estava fechado com vidros e guarnecido com sofás e poltronas. Na segunda, só metade dele aparecia como sala, com um painel divisório móvel de vidro, em "L".
Pedimos uma cópia da planta com aquela versão. Só aí assinamos o contrato.

O início da obra atrasou, coisa de um ano. Agora, enfim, começou a sair do chão, mas as decepções continuaram. Chamados a confirmar a opção de planta, enviamos cópia da preferida. Fomos informados, então, de que a divisória em "L" não seria fornecida, só os caixilhos de alumínio da primeira versão do decorado.

Após insistir, veio a prova da má-fé da construtora, uma fotografia.

Leia mais

Comentários