Belém: Guerra na Câmara para decidir altura de edifícios na capital

O vereador Marquinho do PT ingressou ontem com uma representação no Ministério Público do Estado para tentar barrar a votação de todos os projetos de lei que alteram o Plano Diretor Urbano (PDU) de Belém. “Queremos um resguardo judicial para que não corramos o risco de ter o assunto votado nessa semana”, explicou o vereador, se referindo à insistência do parlamentar Gervásio Morgado (PR) em inverter a pauta e levar seu projeto de lei ao plenário.

A proposta do vereador Gervásio Morgado, permite a instalação de empreendimentos que possuam área do lote igual ou superior a 1.000m² a construir até 3x o tamanho, em m², da área. Ou seja: em um lote de 2.000m², o empreendimento poderá ter 6.000m² como aproveitamento total de área construída, e assim por diante. A matéria está no Diário do Pará deste domingo abaixo.

Leia mais

Comentários