Urbanidades: Vem ai as cidades flutuantes

A ideia de se viver em cidades no meio do oceano pode parecer mirabolante. Mas o bilionário Peter Thiel aposta neste novo modelo de habitação. Depois de fundar o serviço de pagamentos on-line PayPal, em 1998, e ser o primeiro a investir no Facebook, em 2004, quando a rede social nem sonhava em ganhar o mundo, o empreendedor doou, em dezembro do ano passado, mais de um milhão de dólares para o Seasteading Institute, organização sem fins lucrativos voltada para o projeto de construção de comunidades flutuantes. Confiante, Thiel é o líder dos investimentos na ONG.

O instituto espera lançar a parte comercial do projeto, com escritórios flutuantes, a partir da costa de São Francisco, nos EUA, no ano que vem. A comunidade onde as pessoas viveriam em tempo integral é prevista para daqui a sete anos. Estas cidades seriam construídas sobre plataformas como as de petróleo, e situadas em águas internacionais, que não pertencem a nenhuma nação e, portanto, não seguem suas regras.

Saiba mais aqui e original na Folha aqui

Comentários