Luxo :Já tem mansão custando R$ 17 milhões em Brasília

No Lago Sul, região nobre da capital federal, uma fatia especial do mercado imobiliário movimenta milhões de reais a cada negócio fechado. No local, onde moram políticos do alto escalão nacional e donos de grandes empresas, as mansões são vendidas por valores que variam entre R$ 8 milhões e R$ 17 milhões.
Os clientes desse segmento do mercado são exigentes – já houve pedido de um, por exemplo, para fazer um sobrevoo de helicóptero sobre a propriedade em negociação, prontamente atendido pela imobiliária.

Também não há economia com “detalhes” dos imóveis; há casas em que o piso custa US$ 1,5 mil o metro quadrado, o equivalente a R$ 2,4 mil pela cotação do dólar desta  terça-feira (12) – caso de uma mansão à venda por R$ 10 milhões no Lago Sul.
De acordo com o vice-presidente do Sindicato de Habitação do DF (Secovi), Ovídio Maia, o mercado de luxo da capital federal está entre os três mais caros do país, ultrapassando endereços reconhecidos nacionalmente pelo status e alto preços.

Leia mais

Comentários