Shopping Center: Concorrência acelera projeto do Bosque

O anúncio do Grupo Jereissati de que iria investir no setor no Pará apareceu quando o então Iguatemi Belém precisou mudar a marca para Pátio Belém.

Os cearenses tem uma área primorosa nas esqunas da avenida dos Trabalhadores com Independência, anunciaram antes o projeto, mas foram atropelados pela estratégia do Parque Belém da Status/Aliansce.

O Parque saiu depois, mas lançou antes, já está em construção, tem data em 2012 para entrega e já prospectou mercado antes do Bosque. Isso é importantes porque algumas marcas estabelecem resrevas territoriais, ou seja duistância mínimas entre suas lojas para não incorrer em concorrência predatória e derrubar os negócios.

O mesmo corria o risco de acontecer novamente. O anúncio do Ananindeua Shopping da MB Capital poderia ser um novo golpe. Mas os cearenses não querem sofrer novamente.

Se apressou a anunciar hoje no Diário do Pará ( coluna de Mauro Bonna) que aprovou todos os projetos e começa a comercailaização. Ou faz isso, ou pode perder o bonde da história.

Comentários

Anônimo disse…
valeu salomão por postar noticias de belém (os shoppings e tal). deixei um recado pra vc no seu formspring e agora deixo aki. é sempre bom ler os seus bons comentários aki no blog. saiba q sempre tem gente lendo o q vc escreve por aki. abraço