Os hotéis de rodovias que faturam milhões

Filho de hoteleiros, Paulo Roberto Linzmeyer, de 59 anos, passou a infância e a adolescência se revezando entre as funções de carregador de malas, arrumador de quartos e garçom. Viu o pequeno hotel de 40 apartamentos, fundado por seu pai, lotar na alta temporada e ter mais parentes que clientes nos tempos de vacas magras. Poderia ter sido apenas um herdeiro, mas decidiu se aliar aos gigantes do setor, conhecer o funcionamento das grandes redes e abrir sua própria cadeia de hotéis - hoje uma das mais "jovens" do País.

O negócio criado por Linzmeyer desponta como novidade num mercado que passou anos estagnado e que agora volta a crescer. Há muito tempo, a configuração da hotelaria brasileira se divide entre pequenos hotéis familiares, com menos de 50 quartos, e grandes redes multinacionais. O Hotel 10, do empresário catarinense, é um dos poucos intermediários.

A rede conta com cinco hotéis no Sul do País, que faturaram juntos, no ano passado, R$ 10 milhões. Até o fim do ano, uma unidade será inaugurada em Mato Grosso do Sul. Todos os prédios são padronizados, localizados estrategicamente às margens de rodovias, perto da entrada das cidades - lugar de terreno barato e pouco atrativo para companhias de porte maior.

Leia mais. Conheça mais sobre a Rede Hotel 10 aqui


Comentários