Bom, bonito e nada barato: o metro quadrado anda nas nuvens

Não existe nenhum lançamento no bairro de Perdizes, na capital paulista, com unidades sendo vendidas por menos de 500.000 reais. O valor sobe, o padrão também. De 2004 a 2010, foram entregues 842 apartamentos com dois quartos, 870 com três e 1.657 com quatro dormitórios.

Nos últimos três anos, o tamanho médio foi de 138 metros quadrados, o que leva ao cálculo de que um apartamento recém-construído no distrito custa cerca de 1,1 milhão de reais. Mesmo assim, só 8% das “moradias zero” ainda não foram compradas — o índice da cidade é de 20% de estoque.
Dois fatores principais provocam essa inflação. O primeiro é o pacote completo que Perdizes oferece. “Tenho tudo perto”, afirma uma moradora.

Leia mais na Veja Sp
aqui

Comentários