Conjunto popular começa a ser erguido em área valorizada de SP

Apartamentos com 50 m² e até três quartos em uma região em que o metro quadrado pode chegar a R$ 10 mil. Área de lazer, salão de festas e creche na porta de casa. A vista não fica por menos: da janela de algumas unidades, é possível ver a ponte Octavio Frias de Oliveira, no Brooklin na capital paulista. 

É o primeiro conjunto popular supervertical de SP. Em geral, esse tipo de moradia tem, no máximo, oito andares e apenas escadas. O novo projeto conta com três torres de 16 andares e dois elevadores. As obras começaram em 1º de dezembro.
Leia mais na
Folha

Comentários