Cresce demanda por loteamentos de luxo

Os loteamentos de altíssimo padrão, com pista de pouso, campo de golfe de 18 buracos, heliponto, rede elétrica subterrânea e hípica - a casa de campo dos muito ricos e influentes - pegaram carona no boom imobiliário. Novos empreendimentos surgem ao mesmo tempo em que marcas tradicionais se relançam para disputar um mercado restrito, mas muito rentável.

Ótimo negócio para as incorporadoras e para os próprios compradores, que engordam seu patrimônio com a valorização de 400% desses terrenos nos últimos dois anos.

Os principais empreendimentos ficam a, no máximo, 120 quilômetros de São Paulo - a maioria nas redondezas de Campinas. São pelo menos cinco. "Eles carregam as exigências dos códigos de alto luxo que as famílias ricas de São Paulo querem", afirma Álvaro Coelho da Fonseca, dono da imobiliária Coelho da Fonseca. Empresários, banqueiros, executivos do primeiro escalão, médicos e advogados se encontram nos finais de semana.

Esse segmento reflete o aquecimento do mercado imobiliário. Apesar de ser voltado a um público de alta renda, durante a crise as vendas também diminuíram, mas responderam rapidamente.

Em alguns deles, os lotes começaram a ser vendidos por R$ 150 o m 2 e já custam R$ 750", diz o diretor de uma incorporadora. 


Fonte: Valor

Comentários