Cidades Novas e fantasmas. É a bolha imobiliária Chinesa

                                   
A cidade, localizada no norte da China, uma região rica em recursos naturais, é uma história fabulosa de sucesso, segundo diversas avaliações.

Com 1,5 milhão de habitantes, Ordos possui enormes reservas de carvão e gás natural, uma economia que cresce rapidamente e um mercado imobiliário tão aquecido que praticamente toda casa que é colocada à venda é imediatamente vendida.

Só está faltando uma coisa no novo e extravagante distrito central da cidade: gente. De acordo com reportagem publicada no The New York Times, a versão futurista de Ordos - construída num grande terreno vazio que fica 24 quilômetros ao sul da parte velha da cidade - encontra-se praticamente deserta.
Os líderes da cidade, animados pelas agressivas construtoras, esperavam fazer com que Ordos se tornasse uma versão chinesa de Dubai, transformando vastos terrenos da árida região numa metrópole próspera. Eles chegaram a investir mais de um bilhão de dólares (R$ 1,69 bilhão) no projeto visionário das construtoras.

Mas poucos são os veículos que trafegam pelas amplas avenidas do novo distrito, chamado de Kangbashi. Prédios de escritórios estão vazios. Os pedestres são raros. E o mato está começando a brotar em condomínios fechados com casas de luxo destituídas de moradores.
Saiba mais

Comentários