Tendências : Em Belém, crise em Belém transforma Lojas em estacionamentos.




A crise que sacode o país não deixa de fora Belém. A falta de planejamento urbano com transporte público precário, falta de zoneamento para ampliar as zonas comerciais e dividir o trânsito de veículos, produz uma cena cada vez mais comuns no velho centro comercial da cidade.

As lojas estão fechando e no lugar do antigo varejo estão surgindo estacionamentos. De olho em taxas cada vez mais caras ( sobram carros e faltam vagas ) , parece que mudar de ramo foi o melhor negócio.

Na 15 de novembro, a hora parada já custa R$ 10.00, o mesmo valor cobrado nos sofisticados edifícios comerciais da cidade.  A receita é alta e a despesa baixa, porque de comércio, o dono passa a oferecer serviço, com imposto menor e uma necessidade mínima de mão de obra.

Tomara que não acabem todas virando estacionamento. Sem lojas, vai faltar carro para tanta oferta,







Comentários