Revendo os Planos. Dólar nas altura derruba em até 70% vendas para brasileiros nos EUA

O sonho da casa própria em terras americanas está mais difícil. Com a disparada de quase 50% na cotação do dólar em 2015, consultorias especializadas em vender imóveis para brasileiros de classe média alta nos EUA viram a movimentação de clientes despencar até 70% nos últimos meses. Já os clientes que compraram imóvel no passado, financiado em dólar, buscam alternativas para conseguir pagar a prestação.

O magistrado aposentado Newton Azevedo mudou com a mulher para Winter Garden, para a Flórida, em 2013, quando a cotação do dólar estava em torno de R$ 2,20. Ele optou por comprar uma casa em condomínio por US$ 304 mil. Deu 20% de entrada e financiou o restante em 30 anos, com prestação de US$ 1.470, já incluso seguro e impostos.



Comentários