A Fifa, Os escândalos e os imóveis. José Maria Marin esconde do governo um apartamento de luxo em Nova York

O vice-presidente da CBF José Maria Marin escondeu do Banco Central e da Receita Federal a propriedade de um apartamento de luxo em Nova York e usou uma empresa em paraíso fiscal para isso. Informações e documentos obtidos pelo portal UOL Esporte mostram que o dirigente detém o imóvel desde 1989 e o frequenta habitualmente, mas sua declaração à Justiça Eleitoral como candidato em 2002, que deve incluir todos os bens listados ao fisco, ignora a existência do apartamento.
Ex-presidente da CBF, Marin está preso na Suíça desde o fim do mês passado, acusado de ter recebido propinas em negociações de contratos da Copa América e Copa do Brasil. Segundo documentos divulgados pelo Departamento de Justiça dos EUA, ele ficou com pelo menos parte dos R$ 63 milhões pagos irregularmente a empresas de marketing por direitos comerciais dessas competições.
Mais aqui

Comentários