URBANIDADES. O prazer e o exotismo de viver mais perto de Deus.

Morar no topo de um penhasco, bem longe de outras pessoas, com acesso apenas por uma escada de 40 metros, pode parecer uma ideia inconcebível para muita gente.

Já para o monge Maxime Qavtaradze é uma forma de estar mais próximo de Deus. A montanha, que se chama Katskhi Pillar, fica na Geórgia, país situado no Cáucaso, na fronteira entre Europa e Ásia. Ali, há ruínas de duas igrejas bizantinas que datam dos séculos VI e XIX, onde membros de uma ordem religiosa ascética viveram até por volta de 1400.

Qavtaradze, de 59 anos, se mudou há 20 anos e passou a usar o local como lar mesmo. “Eu preciso de silêncio. E aqui em cima eu posso sentir a presença de Deus”, explica o religioso católico ao Daily Mail.

Leia mais aqui

Comentários