URBANISMO. Já imaginou morar no meio das nuvens?

Você já sonhou estar entre as nuvens? E que tal morar no meio delas? Na cidade chinesa Shenzhen, próxima a Hong Kong, um concurso que buscava o equilíbrio entre design e soluções ao adensamento demográfico da região resultou em propostas inusitadas — entre elas, a de uma cidade que se estende para o céu. 


O “Cloud Citizen” (Cidadão Nuvem), como foi chamado o projeto, seria um complexo de edifícios de residências e escritórios interligados por parques públicos, que funcionariam como pulmões verdes, só que atravessando as nuvens.

Com uma torre principal de 680 metros, se este projeto sair do papel, terá o segundo arranha-céu mais alto do mundo, atrás apenas do Burj Khalifa, em Dubai, que tem 829,8 metros de altura, segundo o site Shangaiist.

E de acordo com o site Citylab, ao todo seriam 18,3 milhões de metros quadrados no complexo inteiro. Isso, incluindo, além dos imóveis comerciais e residenciais, os espaços culturais e até mesmo parques. Será que haverá algum tipo especial de proteção nos lugares abertos?




Fonte: O Globo

Comentários