Brasil : Preços aumentam, mas imobiliárias vendas caem no Grande Recife

O mercado de imóveis novos na Região Metropolitana do Recife sofreu desaceleração no primeiro semestre deste ano, de acordo com o Índice de Velocidade de Vendas (IVV), medido pela Federação das Indústrias de Pernambico (Fiepe). As vendas caíram 9,1%, enquanto a oferta cresceu 30%. Por outro lado, o índice Fipe/Zap aponta que os preços do mercado, de um modo geral, ficaram 6,1% mais altos na capital – a sexta maior alta entre as 16 cidades avaliadas.
De acordo com o IVV, que foca em lançamentos, a velocidade das vendas foi medida em 11,4% no primeiro semestre deste ano, contra 15,3% do mesmo período do ano passado. A aferição específica da quantidade de unidades vendidas mostra que, nos primeiros seis meses deste ano, foram comercializados 539 imóveis, enquanto no mesmo intervalo de 2012 foram 593. A redução do ritmo de negócios contribuiu para o aumento da oferta: a quantidade de imóveis novos disponíveis cresceu 30% neste semestre.

Comentários