Acertaram o Ministro... Barbosa é atingido por prática comum de quem compra imóvel na Flórida.

Ele é sem dúvida um dos principais alvos a serem atingidos no Brasil de 2013. Além da relatoria do "mensalão", que por sí só já daria razões de sobra para ele ser mal querido nas esferas do poder, ele também tem o hábito de, com suas opiniões, deixar um rastro de descontentes.
E foi pelo mercado imobiliário, que veio a pedrada que pretende atingir o presidente do STF, Joaquim Barbosa.  Na compra de imóveis na Flórida, cada dia mais comum ao brasileiro que antes buscava Búzios, o uso de empresas criadas especificamente para esse fim. Isso tem prerrogativas legais, que permitem reduzir os impostos. Os mesmos que os países teimam em deixar cada vez mais altos em detrimento dos serviços, cada dia mais deficientes.
Engraçado nessa história é que esse recurso é vendido abertamente em eventos pelo Brasil, com o objetivo de atrair brasileiros ao combalido mercado americano. Mas foi preciso o Presidente do STF usar deste recurso para o pais ficasse chocado. "Com ele não", diriam alguns.
Agora é a vez de ver o problema na sede da empresa que funcionaria num imóvel funcional, que não poderia ter este fim. Convenhamos, isto pode até ter sua razão legal ( está na lei ), mas cada dia parece mais que o ministro, diante da dificuldade de encontrar eventuais desvios de conduta, virou a bola da vez. Tome exagero no caso.
Leia mais

Comentários