Reinventando o Ponto. Starbucks cria lojas para agradar usuários de redes sociais

Observe a fotografia: uma bancada bem iluminada vista claramente através de uma ampla fachada de vidro com vigas que parecem emoldurar os consumidores. Na nova loja do Starbucks, na Haddock Lobo, esses elementos, somados ao wi-fi, prometem criar o ambiente ideal para os consumidores hi-tech que fazem questão de atualizar suas redes sociais e registrar nos smartphones sua ida ao descolado café.

Para especialistas, o modelo reflete características do mundo virtual, como transparência e exposição da privacidade. Enquanto o público-alvo da marca comemora a novidade, alguns amantes dos cafés criticam a configuração da unidade. Segundo Renato Grego, gerente de Marketing da Starbucks Brasil, o estilo da loja inaugurada no início deste ano resulta de uma estratégia de marketing desenvolvida junto ao setor de design da empresa.

“No piso térreo, os passantes na rua vão ver as pessoas lá dentro como em um retrato”, confirma. “Todo mundo consegue ver tudo o que está acontecendo lá dentro. Nosso objetivo com isso é gerar interesse e atratividade.” Leia mais

Comentários

Isso é uma excelente estratégia de Marketing!

Starbucks é um dos melhores ambientes, para se tomar café.
Sou uma cliente ativa, há três anos. Não troco lá, por nada.