Tendências : Fortaleza tem a maior queda no m2 imobiliário segundo Fipe/Zap.

O preço do metro quadrado em Fortaleza apresentou queda de 0,6% em março, conforme o índice FipeZap. A baixa é considerada pequena, mas representou a maior entre as 16 cidades estudadas em todo o Brasil.
O levantamento é feito pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (Fipe), com base nos anúncios de imóveis publicados na página do ZAP Imóveis.
 
Conforme o coordenador da pesquisa, Eduardo Zylberstajn, não dá para dizer com segurança se os resultados de queda terão sequência, mas é uma demostração clara de que o mercado está um pouco volátil.
 
“Estamos sujeitos a novos aumentos. O que chama atenção é que, nos últimos doze meses, Fortaleza apresentou a maior alta, até o mês passado. Em março, teve a maior queda”, argumenta. Zylberstajn analisa que a negativa de março pode estar ligada a questões sazonais ou pontuais. “Fica a pergunta se a gente vai continuar vendo quedas ou se vai retomar o crescimento”, deixa no ar.
 
Na análise dos preços do metro quadrado de Fortaleza em fevereiro, o mercado indicava uma tendência, no máximo, da estabilidade, com a expectativa de que o setor seguisse em ascensão, mas sem altas nos preços.

Comentários