Belém : Há 35 anos, Port Lligat.. o ultra-sofisticado edifício que não saiu do papel.


Quatro suítes, um por andar há poucas quadras da Aristocrática Praça Batista Campo. Assim o Edifício construído a preço de custo Port Lligat foi anunciado há 35 anos nos jornais de Belém. Incorporava definitivamente os termos em inglês para traduzir toda a sofisticação do empreendimento.
Tinha por exemplo, o " Cristal Dinning Place", vendido como a integração do interno com o externo da cidade. Outro termo usado era o " Leisure Integrated Area", que teria por objetivo, a integração entre o setor social, o estar íntimo e a copa.
Isto sem falar em dependências para motoristas e zeladores, bicicletário, central de gás ( uma novidade na época ), gerador de energia ( outra novidade ).
Toda essa revolução nunca saiu do papel. O construtor faleceu em um grave acidente e do projeto, restou apenas o terreno, onde foi entregue o Edifício Samuraí, da Síntese Engenharia.

O Port Lligat, acabou perpetuando-se como mais um capitulo na memória imobiliária do Pará.

Comentários