Análise: Com sinais de saturação, mercado imobiliário inspira cautela



O mercado imobiliário dá mostras de saturação e muitas construções recentes já apresentam faltam de compradores. Nos próprios Feirões da Caixa deste ano, prêmios como sorteio de crédito de R$ 100 mil e promoção para pagar só em 2014 são sinais de que este as coisas andam difíceis, apesar da tentativa do governo de dizer que nada está acontecendo.
 
Vale lembrar que, embora o sonho da casa própria seja recorrente entre os brasileiros e muitas pessoas destinem considerável parte de sua poupança à aquisição de imóveis, o crédito imobiliário apresenta o agravante de seu prazo, em geral, longo.
Assim, fica mais difícil, para essa modalidade, prever a capacidade do cliente de honrar suas obrigações ao longo de todo o período e, adicionalmente, considerar a possibilidade de choques na economia, que também podem afetar sua capacidade de pagamento.
Ao financiar um imóvel, o comprador está entrando em um compromisso de 30 anos, mais que a maior parte dos casamentos no Brasil --só que neste caso, em caso de separação, o banco leva integralmente o bem.
 

Comentários