Mundo: Bolha Imobiliária ameaça agora a Colômbia

A forte alta dos preços dos imóveis na Colômbia, que em 2012 tiveram uma inflação de 11,33%, cria o temor de uma eventual bolha imobiliária em um dos países da América Latina em que o setor da construção mais cresceu nos últimos anos.
 
   Esse alerta foi dado na semana passada pelo Banco da República depois que o Departamento Administrativo Nacional de Estatística (Dane) divulgou que o Índice de Preços da Habitação Nova (IPVN, sigla em espanhol) aumentou 11,33% no ano passado.
 
Apesar de o aumento ser uma estimativa média, os casos que causaram maior nervosismo entre os diferentes setores econômicos do país foram em cidades como Barranquilla, no litoral do Caribe e onde os preços subiram 11,26 %; Bogotá, com aumento de 12,78%; e Bucaramanga, no nordeste do país, com 24,09%. Uma boa parte dos críticos da tese que a Colômbia estaria às portas de uma bolha imobiliária,
 
Saiba mais

Comentários