Arquitetura: Quando seu edifício é uma obra de Arte

Escondido em meio a arranha-céus feiosos e sem nenhuma importância arquitetônica, um grupo seleto de prédios residenciais sobressai na paisagem urbana do Rio. São imóveis que remontam a meados do século passado e se transformaram em objeto de desejo de quem valoriza espaços exclusivos com status de obra de arte.

Adquirir um imóvel nesses condomínios icônicos significa comprar não apenas centenas de metros quadrados, mas também um pedaço da memória da cidade. É um privilégio que não sai barato, como comprova a recente venda da cobertura do edifício Seabra, na Praia do Flamengo, por 7,2 milhões de reais.

A unidade, um tríplex de 2 000 metros quadrados com elevador privativo, arremata em grande estilo uma suntuosa construção eclética, inspirada em um palácio florentino.

Leia mais

Comentários