Memória: Assim se vendia loteamenrto em Belém há 55 anos

Corria o ano de 1957 e o bairro do Marco, planejado no início do século XX começava a atrair a especulação imobiliária. O anúncio acima, oferecia lotes na Travessa Angustura, entre a Visconde de Inhaúma e a Duque de Caxias.

Usava como referência o Pará Clube, o Bosque Rodrigues Alves e a Almirante Barroso, ainda chamada de Avemnida Tito Franco.

Financiamento sem juros ou acréssimos ( bons tempos), por preço abaixo do mercado e entrada facilitada em quatro vezes. Promessa também de “lucro considerável” aos compradores, que buscassem oportunidades no então incipiente mercado imobiliário paraense.

Fonte: Jornal Pessoal/Memórias do Cotidiano

Comentários