Mercado: Prédio comercial no Centro do Rio agora é luxo

Há dez anos, os grandes prédios empresariais do Rio estavam sendo construídos na Barra da Tijuca. A região tem, ainda hoje, amplas áreas disponíveis e, por isso, nascia como novo polo empresarial da cidade.

Mas, a distância até o aeroporto Santos Dumont e o caótico trânsito das vias que levam ao bairro fizeram o Centro renascer como área preferida das grandes empresas que estão chegando ao país, principalmente as de óleo e gás, em busca de lajes únicas para implantar seus escritórios.

A demanda fez o preço do aluguel praticamente dobrar nos últimos três anos, quando subiram de R$ 90 a R$ 100 o metro quadrado para R$ 170 a R$ 180. Além disso, surgiu, no último ano, a antecipação de contratos. Empresas em busca de escritórios já fecham acordo de locação um ano antes da entrega.
Leia mais

Comentários