Tendências: O bom mercado dos solteiros

Sabe aquele espaço mal organizado onde a prateleira faz as vezes de armário e a televisão está sobre um amontoado de livros? Foi-se o tempo em que as residências de solteiros eram ambientes improvisados, mal decorados e sem estilo.
Com dinheiro no bolso, eles investem cada vez mais na decoração do imóvel, sobretudo com a intenção de otimizar o espaço, bem como de promover a sensação de amplitude. No Brasil, os solteiros são responsáveis pela circulação de R$ 419 bilhões anualmente.
Leia mais

Comentários