Mercado: O bom negócio do imóvel para estrangeiros.

A venda de imóveis a estrangeiros disparou este ano, e imobiliárias como a Coelho da Fonseca resolveram inovar para lidar especificamente com este grupo de compradores. A empresa criou uma diretoria para mediar essas negociações, e registrou alta de 35% do número de clientes estrangeiros - 50% dos quais são norte-americanos.

"Em São Paulo os bairros mais procurados são Jardins, Itaim Bibi e Brooklin. Já no Rio de Janeiro, a procura é maior por imóveis em Ipanema e no Leblon", disse Gabriela Duva, diretora de Negócios Internacionais da empresa. Para ela, em geral os clientes de outras nacionalidades procuram casas de R$ 1 milhão a R$ 3 milhões, "como forma de investimento ou casa para morar."
Leia mais

Comentários