Boa idéia : Britânicos cultivam alimentos nas salas de um prédio do século 19

Não foi um mar de rosas. Uma safra de tomates foi destruída por insetos. As esponjas vegetais estavam crescendo bem até que aranhas as atacaram. Houve uma enchente. Os peixes quase morreram em uma queda de energia. As flores comestíveis morreram, assim como os cogumelos.
“No começo, não éramos peritos no cultivo de alimentos e tivemos que aprender rapidamente, pelos nossos erros e também pelos acertos”, disse Paul Smyth, um engenheiro que passou seis meses tentando produzir todas aquelas coisas e mais um pouco, com seus colegas do grupo de design ecossocial Something & Son.

“É preciso ser perseverante em um experimento deste tipo”, ele disse. “Tudo o que dava errado nos mostrava que, na próxima vez, teríamos que fazer de outro jeito.” O experimento é a FARM:shop, cujo objetivo é descobrir quantos tipos diferentes de alimentos podem ser cultivados em uma pequena loja numa rua movimentada de Dalston, em Londres.

Leia mais

Comentários