Luxo no Interior já gira R$ 71,5 bilhões e supera metrópoles

E há todos os motivos para esse interesse. A pedido do BOM DIA,  a  IPC Marketing, consultoria especializada no perfil de consumo das cidades brasileiras, fez um levantamento sobre o potencial de consumo neste ano da classe A no Interior e em todas as 27 capitais do país.

O Interior de São Paulo lidera com R$ 71,5 bilhões na frente de capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.
Marcos Pazzini, tecnólogo e diretor da IPC Marketing,  comenta que há uma “interiorização do consumo”, seja pela migração de pessoas de mais renda para o Interior ou com a abertura e ampliação de empresas nessa região. “Houve um  aumento do potencial de consumo nas classes A1 e A2 no período de 2010 para 2011, o que permite concluir que há espaço para consumo de mais artigos de luxo no interior de São Paulo’, conclui.
 
Preços altos
Já há vários estabelecimentos voltados para esse público. Por exemplo, em Sorocaba, o  Padovanella Ristorante oferece pratos de alta gastronomia em média por R$ 90.

Leia mais

Comentários