Tão Brasil : Morador adota praça e leva multa de R$ 30 mil

O que começou como uma parceria para a conservação da Praça Vitor Del Mazo, em Higienópolis, na região central de São Paulo, acabou em desentendimento entre a Prefeitura e o empresário e morador do bairro Teodoro Eggers Neto, de 56 anos.

Em 2006, ele assinou um termo de cooperação com a Subprefeitura da Sé para cuidar da vegetação do espaço, localizado entre as Ruas Mato Grosso, Itacolomi e Pará.
"Gastei R$ 7 mil comprando e plantando mudas, e todo mês pagava R$ 500 para a manutenção", afirma. Em troca, poderia ter uma placa na praça com o nome de sua empresa.

Dois anos depois, veio a surpresa: o empresário foi multado em R$ 30 mil por uma poda irregular que ele diz não ter feito. "Alguém arrancou uns galhos de árvores e fui responsabilizado", reclama Eggers, que cobra da Prefeitura provas contra ele. O auto de infração informa que foi feita poda irregular em duas árvores, e uma outra foi arrancada.

O empresário recorreu mas, em fevereiro deste ano, a Prefeitura negou o último recurso. O poder público não cuida, não fiscaliza podas, e ainda arranja um jeito de inviabilizar as parcerias privadas. Pobre Brasil. 

Leia mais aqui

Comentários