Preços: A Febre do milhão

O Distrito Federal vive a síndrome do milhão. Passar os olhos sobre as ofertas de casas e apartamentos nos classificados e contar mais de seis dígitos a cada anúncio não surpreende mais. Levantamento exclusivo feito pelo jornal Correio Brasiliense mostra os extremos entre as ofertas praticadas pelo mercado, em imóveis novos e usados, de 27 áreas em Brasília.

Em 16 regiões — mais da metade do total pesquisado —, os futuros proprietários não terão de ser apenas endinheirados, mas também milionários para conseguir comprar o imóvel. Com os preços nas alturas, é possível encontrar casas, no Lago Sul, por mais de R$ 11 milhões.

Leia mais

Comentários