Atração Urbana: Moscou tem Museu do Sexo

Um empresário russo transformado em político que sofreu represálias do Kremlin fundou no coração de Moscou o maior museu do sexo da Europa, reduto de arte erótica, provocação e liberdade.
Prefeito da cidade de Arjanguelsk durante oito anos, o empresário reclama da liberdade da Russia e da substituição do comunismo pela influência influência da Igreja Ortodoxa na repressão moral à sociedade.

Sexo segue sendo um tabu", diz ele. "As pessoas ainda sentem vergonha de falar sobre sexo, e está proibido vender artigos eróticos nas lojas".

O museu Tochka G (ponto G, em tradução; www.tochkag.net). 

Leia mais aqui

Comentários