Quando a publicidade pemite a restauração do edifício histórico


Desenho do arquiteto Hyppolito Gustavo Pujol Júnior, o prédio de sete andares construído em 1913 será o primeiro a usar o artigo 50 da Lei Cidade Limpa, em São Paulo, que permite o uso de publicidade para financiar restauros em imóveis de interesse histórico.


Operários começaram os retoques no prédio da rua Direita há dois meses, mas só agora obtiveram autorização do Departamento de Patrimônio Histórico para instalar o anúncio da Mundial, loja de calçados no térreo do edifício que está financiando a obra, orçada em R$ 700 mil.

Enquanto São Paulo estreia agora o recurso da publicidade para bancar restauros, a exemplo do que ocorre em Barcelona, que proibiu os outdoors nos anos 1990, cidades europeias como Roma e Veneza começaram a combater até mesmo anúncios para a preservação

Fonte: Folha de São Paulo

Comentários

Anônimo disse…
salomao, quando vc passar na esquina da rod. augusto montenegro com a av. independencia, olha lá pro lado da tranportadora bento belem e verá que estão mexendo na fachada ate mesmo aumentando a parede, sem nenhum caminhao da empresa dentro. pra mim, alguma supresa tá vindo aí. quem sabe uma grande loja. abraço.
Caro amigo. Ali vai estar uma nova Belém Importados, o prédio foi alugado dos donos da Bento Belém. A Blm Importados vendeu uma área de 5.000m2 em frente ao Natalia Lins para a Yamada e agora vai estar na região com essa loja.
Anônimo disse…
valeu salomao. eu ja tinha lido na internet que a belem importados abriria uma loja na rod. augusto montenegro só nao tinham informado o local exato. obrigado. abraço