No Feirão da Caixa/SP: Luxo e popular disputam atenção.

Mais de 195 mil imóveis estão sendo ofertados no Feirão da Caixa Econômica Federal, que começou nesta sexta-feira (13), em São Paulo. E quem pensa que em feirão só são ofertados imóveis baratos pode rever essa percepção. No evento, há espaço para todos os perfis de compradores, das classes emergentes aos mais abonados. Afinal, não são todos que podem comprar um imóvel de R$ 9 milhões.

Esse é o valor da unidade mais cara do feirão. A casa usada, uma verdadeira mansão, fica no Jardim Europa, e não é a única opção para os mais abonados. De acordo com o Creci-SP (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis), no Morumbi, outra unidade de mesmo valor também é parte do escopo do feirão. Na Vila Nova Conceição, um apartamento é ofertado por R$ 7 milhões. No mesmo bairro, outro apartamento, um pouquinho mais em conta, custa R$ 6,8 milhões.

Para os milionários visitantes da feira, ainda há opções de imóveis usados com valores de R$ 5 milhões, na Vila Clementino, de R$ 5,5 milhões, no Jardim Paulista e de R$ 6 milhões, no Campo Belo. Ainda dentre os imóveis usados, existem opções mais baratas que podem agradar quem não tem tanto assim, como um apartamento de R$ 38 mil ou uma casa de R$ 50 mil.

Leia mais

Comentários