Mix Used: Residencial e comercial juntos a R$ 20 mil o m2?


O esgotamento do potencial construtivo dos prédios comerciais de grande porte fez com que as incorporadoras importassem o conceito "mix used" - sucesso imobiliário em Nova York, Londres, Tóquio e Dubai.

São projetos que reúnem residenciais e pequenas salas comerciais no mesmo endereço ou, até mesmo, na mesma torre. Num produto onde preço é um detalhe, um dos projetos em São Paulo, chamado de Horizonte, tem entre os sócios nada mais nada menos que o cartor Roberto Carlos e sua incorporadora "Emoções"

Há, no mercado, quem aposte em algo como R$ 17 mil a R$ 20 mil o metro quadrado. A maioria dos apartamentos têm entre 54 m2 e 82 m2, mas há lofts e coberturas, com metragens maiores. O prédio chama a atenção pelo tamanho: 40 andares.

A Gafisa foi a primeira a testar o conceito. Em uma rua paralela ao quarteirão mais nobre da Faria Lima, lançou, em novembro de 2009, um edifício - em fase de construção. Restam duas unidades residenciais a serem vendidas, com valor de R$ 16 mil o m2.

No lançamento, o valor médio era de R$ 13 mil, o que na época foi considerado um valor bastante elevado e acabou servindo como um novo patamar para a região.

Conheça exemplos desse modelo pelo mundo aqui 

Fonte: Valor

Comentários