Se Belém, Goiânia e Florianópolis estivessem na Copa, a história seria outra?

A Copa ainda tem 3 anos pela frente, mas parece que já começa a fazer água aos olhos da imprensa internacional. Portal 2014 apontou em relatório feito por sua equipe de reportagem que, dos doze estádios escolhidos para a Copa 2014, ao menos cinco devem virar elefantes brancos.

Puxadinhos e improvisações nos aeroportos, suspeitas em concorrências e superfaturamentos em obras, e a escolha das cidades, do ponto de vista de logística, não poderia ser pior. Certamente não escolheram Manaus por conta da sua enorme tradição no futebol. Nem Cuiabá pela sua bem-equipada estrutura hoteleira. Ou Natal, pela força da iniciativa privada, capaz de, sem recursos públicos, erguer uma arena de futebol.

Se Belém, Goiânia e Florianópolis tivessem sido anunciadas, será que o risco de elefantes brancos seria menor? Enquanto o clássico manauara no Vivaldão, entre Rio Negro e São Raimundo atraiu apenas 198 torcedores, no mesmo dia em Belém, Remo e Paysandu levavam quase 40 mil ao Mangueirão.

Os efeitos se projetam sobre o mercado imobiliário que está inflacionando mercados que, talvez, possam até oferecer alguma surpresa até 2014 chegar.
 A análise é do jornalista Rodrigo Prada no Portal VGV aqui


Leia mais sobre a repercussão do relatório do Portal 2014 aqui

Comentários