"Minha Casa 2" permitirá terreno não regularizado‏

O projeto permitirá a construção de imóveis em áreas que ainda estão em fase de desapropriação e, portanto, em terrenos que não estão totalmente regularizados.

Esse tem sido um dos gargalos da primeira fase do Minha casa Minha Vida. Desta vez, o programa do governo quer construir para famílias de baixíssima renda (até R$ 1.395), que terão direito a subsídio integral do governo, é de 1,2 milhão contra 400 mil unidades na primeira versão do programa.

Fonte: Folha de São Paulo

Comentários