Construtoras fabricam "casas a jato"

De olho no mercado de habitação popular, as construtoras estão aumentando os investimentos em industrialização para reduzir o cronograma de obras.

Com a adoção de pré-fabricados, paredes e lajes de concreto e estruturas metálicas, casas populares podem ficar prontas, com entrega de chaves, em 20 dias.

Na prática, a construção industrializada permite que, enquanto se faz na obra a preparação do terreno, na fábrica sejam preparadas as paredes de concreto com aberturas de janelas e passagem de dutos.

"A montagem funciona como o encaixe de peças de Lego", explica o presidente de uma das empresas envolvidas nesse processo. Na prática, a economia aparece quando a construtora coloca lavatório, e não uma bancada, pia sem sustentação ou porta sem soleira.

A industrialização é também uma estratégia para lidar com a escassez de mão de obra, diz um especialista dsa áresa. Com um programa de paredes de concreto e uso de formas metálicas, o número de funcionários cai entre 40% e 50%.
Saiba mais aqui

Fonte: Folha de Sp


Comentários

Teresa disse…
Achei muito inteligente essa construção "a jato", pois o grande problema desse imóveis tanto populares ou não é grande espera para poder de fato entrar no imóvel, 5..6 anos é muita coisa, claro que depende do tipo da obra. Mas achei muito boa essa ideia para as casas populares.

Abraço!