Era uma casa muito engraçada...

O artista Patrick Dougherty, conhecido por suas esculturas feitas de troncos de árvore e galhos entrelaçados, gosta de dizer que a sua primeira grande obra foi a própria casa.

Construída com madeira herdada de um velho celeiro, árvores caídas e pedras encontradas no entorno do terreno, o imóvel, que começou como uma cabine de apenas um quarto, é a sua única obra permanente.

As demais peças, feitas para adornar jardins, são desfeitas em poucos meses pela ação das chuvas e dos ventos, devido aos materiais usados, de baixa resistência. Recentemente, ele esteve no Brasil, de acordo com o The New York Times, a negócios.

Dougherty tinha 28 anos e trabalhava na Força Aérea na área de administração hospitalar quando comprou o terreno para construir a sua casa, em 1973.

O terreno custou US$ 10 mil na época. Seu sonho era construir uma casa, e, por isso, começou a estudar sozinho técnicas de construção, através de livros e guias práticos publicados nos anos 70.

Saiba mais

Comentários